jusbrasil.com.br
14 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2: XXXXX-28.2012.4.02.5101 RJ XXXXX-28.2012.4.02.5101

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

2ª TURMA ESPECIALIZADA

Julgamento

Relator

ANDRE FONTES

Documentos anexos

Inteiro TeorTRF-2__00295582820124025101_45716.pdf
Inteiro TeorTRF-2__00295582820124025101_77ebc.rtf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

DIREITO PROCESSUAL CIVIL E DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL. ANULAÇÃO DO REGISTRO DE MARCA. EXPRESSÃO PORTO DE AREIA NOSSA SENHORA DA APARECIDA. SOCIEDADES EMPRESÁRIAS QUE FORAM FUNDADAS PELOS MESMOS SÓCIOS E CONVIVEM NO MERCADO CONSUMIDOR HÁ MAIS DE 30 (TRINTA) ANOS, UTILIZANDO-SE DA INSÍGNIA. MARCAS MISTAS DISTINTAS. AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO DE PREJUÍZO ÀS PARTES OU AO MERCADO CONSUMIDOR. SENTENÇA REFORMADA.

I - Comprovado que a utilização da expressão PORTO DE AREIA NOSSA SENHORA DA APARECIDA, por ambas as sociedades empresárias que, na origem, foram criadas pelos mesmos sócios, somada à evidente distinção dos signos no seu aspecto misto (termos e signos) e da ausência de comprovação de prejuízo à qualquer delas durante o convívio por mais de 30 (trinta) anos, inexiste fundamento lógico a autorizar a aplicação, no caso concreto, das conhecidas regras de irregistrabilidade (art. 124, V da Lei 9.279-96), porquanto ausente a possibilidade de confusão na identificação daquelas perante o mercado consumidor.
II - Recurso e remessa necessária providos.
Disponível em: https://trf-2.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/849920811/295582820124025101-rj-0029558-2820124025101

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciaano passado

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Agravo de Instrumento-Cv: AI XXXXX-23.2020.8.13.0000 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC XXXXX00656809001 MG