jusbrasil.com.br
10 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 - Apelação: AC XXXXX-56.2005.4.02.5001 ES XXXXX-56.2005.4.02.5001

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

3ª TURMA ESPECIALIZADA

Julgamento

Relator

THEOPHILO ANTONIO MIGUEL FILHO

Documentos anexos

Inteiro TeorTRF-2_AC_00071855620054025001_08947.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

TRIBUTÁRIO. AGRAVO INTERNO. EXECUÇÃO FISCAL. CONDENAÇÃO DA UNIÃO EM HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS DE SUCUMBÊNCIA. REDUÇÃO DO VALOR DA CONDENAÇÃO. PRINCÍPIO DA RAZOABILIDADE, EQUIDADE, PROPORCIONALIDADE E CAUSALIDADE.

1. Trata-se de recursos de agravo interno interpostos por ambas as partes contra decisão que negou provimento ao recurso de apelação da União/Fazenda Nacional e deu parcial provimento ao recurso de Farinas Indústria e Comércio de Massas Ltda e outros para condenar a União ao pagamento de honorários advocatícios.
2. O valor dos honorários fixado na sentença, no percentual de 5% (cinco por cento) sobre o valor atribuído à causa, em R$ 1.186.518,94 (um milhão, cento e oitenta e seis mil, quinhentos e dezoitos reais e noventa e quatro centavos), mostra-se excessivo.
3. Não obstante o valor econômico da demanda deva ser considerado para fins de fixação da verba honorária, é certo que a presente causa não é complexa, pois se trata de uma execução fiscal, em que a própria Fazenda Nacional informou o cancelamento da inscrição em dívida ativa do débito em execução, ante o cumprimento à sentença prolatada nos embargos à execução XXXXX-06.2016.4.02.5001.
4. Devem os honorários advocatícios serem fixados no valor de R$20.000,00 (vinte mil reais), em consonância com os princípios da razoabilidade, equidade, proporcionalidade e causalidade, nos termos do artigo 85, §§ 2º e , do Código de Processo Civil.
5. Desprovido o recurso de agravo interno de FARINAS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MASSAS LTDA e provido parcialmente o recurso de agravo interno da UNIÃO, apenas para determinar a redução da verba honorária, nos termos da fundamentação supra.

Decisão

Vistos e relatados estes autos, em que são partes as acima indicadas. Decide a Terceira Turma Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, por maioria, negar provimento ao recurso de agravo interno de FARINAS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MASSAS LTDA e dar parcial provimento ao agravo interno da UNIÃO, nos termos do relatório e voto do Relator constantes dos autos, que ficam fazendo parte integrante do presente julgado. Rio de Janeiro, 10 de dezembro de 2019. THEOPHILO ANTONIO MIGUEL FILHO Relator 1
Disponível em: https://trf-2.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/846326153/apelacao-ac-71855620054025001-es-0007185-5620054025001

Informações relacionadas

Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Jurisprudênciahá 10 meses

Tribunal Regional Federal da 5ª Região TRF-5 - AGRAVO DE INSTRUMENTO: AI XXXXX-09.2021.4.05.0000

Tribunal Regional Federal da 3ª Região
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 - AGRAVO DE INSTRUMENTO: AI XXXXX-10.2019.4.03.0000 SP

Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Jurisprudênciaano passado

Tribunal Regional Federal da 5ª Região TRF-5 - AGRAVO DE INSTRUMENTO: AI XXXXX-38.2020.4.05.0000

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 2 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO INTERNO NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO RECURSO ESPECIAL: AgInt nos EDcl no REsp XXXXX RS 2018/XXXXX-0

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 9 meses

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Embargos de Declaração: ED XXXXX-38.2018.8.16.0014 Londrina XXXXX-38.2018.8.16.0014 (Acórdão)