jusbrasil.com.br
10 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 - Reexame Necessário: REOAC XXXXX-66.2017.4.02.5101 RJ XXXXX-66.2017.4.02.5101

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

5ª TURMA ESPECIALIZADA

Julgamento

Relator

RICARDO PERLINGEIRO

Documentos anexos

Inteiro TeorTRF-2_REOAC_00045446620174025101_e5d64.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

REMESSA NECESSÁRIA. MANDADO DE SEGURANÇA. DESEMBARAÇO ADUANEIRO. DEPÓSITO JUDICIAL. POSSIBILIDADE. DIREITO SUBJETIVO DO CONTRIBUINTE. DEMORA NA APRECIAÇÃO DE PEDIDO DE CONCESSÃO DE EX-TARIFÁRIO PELA ADMINISTRAÇÃO. C ONCESSÃO DA SEGURANÇA. SENTENÇA CONFIRMADA.

1. Remessa necessária em face de sentença que concedeu a segurança para determinar que a autoridade coatora procedesse a conferência necessária ao desembaraço aduaneiro do beer filter com NCM 8421.22.00, objeto do pleito de ex-tarifário submetido à análise SDP/MDIC, no processo administrativo 52000.014224/2016-78, mediante depósito judicial da diferença entre o imposto de importação devido pela aplicação do benefício fiscal do ex-tarifário e aquele que seria devido em a aplicação do referido benefício.
2. A discussão travada nos autos de origem não diz respeito à concessão do benefício de ex-trifário previsto na Resolução CAMEX nº 66/2014, para a importação do equipamentos "beer filter". A pretensão, na realidade, restringe-se ao direito do impetrante de promover o desembaraço aduaneiro, mediante o depósito da exação. Nesse contexto, não sendo objeto do feito a declaração da inexigibilidade do imposto, mas tão somente o direito de depósito judicial, impõe-se reconhecer a competência deste Colegiado para a apreciação da matéria.
3. A efetivação do depósito judicial é uma faculdade da parte que, a rigor, independe de prévia autorização judicial (Súmula nº 112 do STJ). Portanto, a sua realização, além de suspender a exigibilidade da exação, possibilita o desembaraço aduaneiro do bem importado (TRF2, 3ª Turma Especializada, AC XXXXX20124025001, Rel. Des. Fed. MARCUS ABRAHAM, DJE 14.3.2018).
4. Tratando-se de mandado de segurança, sem honorários advocatícios, ex vi do art. 25 da Lei 12.016/2009 e da Súmula nº 105 do STJ.
5. Remessa necessária não provida.

Decisão

Vistos, relatados e discutidos estes autos, em que são partes as acima indicadas, decide a 5ª Turma Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, por unanimidade, negar provimento à remessa n ecessária, na forma do relatório e do voto constantes dos autos, que passam a integrar o presente julgado. Rio de Janeiro, 19 de fevereiro de 2019 (data do julgamento). RICARDO PE RLINGEIRO Desembarga dor Federal 1
Disponível em: https://trf-2.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/845143366/reexame-necessario-reoac-45446620174025101-rj-0004544-6620174025101

Informações relacionadas

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 21 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp XXXXX RS 2001/XXXXX-1

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 11 anos

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Apelação: APL XXXXX PR XXXXX-8 (Acórdão)

Superior Tribunal de Justiça STJ - EDcl no RECURSO ESPECIAL: EDcl no REsp XXXXX SP 2017/XXXXX-8

Superior Tribunal de Justiça STJ - EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA EM AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: EAREsp XXXXX SP 2020/XXXXX-9

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 6 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AgRg no AREsp XXXXX RJ 2014/XXXXX-4