jusbrasil.com.br
3 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    TRF-2 - APELAÇÃO CRIMINAL : ACR 6610 RJ 2001.51.05.000751-0

    CRIMINAL. PRESCRIÇÃO. ORDEM PÚBLICA. TRÂNSITO EM JULGADO PARA A ACUSAÇÃO. EXTINÇÃO DE PUNIBILIDADE. APELAÇÃO PREJUDICADA ANTE A PRESCRIÇÃO.

    Processo
    ACR 6610 RJ 2001.51.05.000751-0
    Orgão Julgador
    PRIMEIRA TURMA ESPECIALIZADA
    Publicação
    DJU - Data::08/05/2009 - Página::211
    Julgamento
    6 de Abril de 2009
    Relator
    Juiz Federal Convocado ALUISIO GONCALVES DE CASTRO MENDES
    Andamento do Processo

    Ementa

    CRIMINAL. PRESCRIÇÃO. ORDEM PÚBLICA. TRÂNSITO EM JULGADO PARA A ACUSAÇÃO. EXTINÇÃO DE PUNIBILIDADE. APELAÇÃO PREJUDICADA ANTE A PRESCRIÇÃO.

    1. A prescrição é matéria de ordem pública e, como todas as causas extintivas da punibilidade, deve ser declarada, de ofício, a qualquer tempo e grau de jurisdição, como expressamente determina o art. 61, caput, do Código de Processo Penal.

    2. Depreende-se do artigo 110, § 1º e § 2º, do Código Penal, que a prescrição retroativa regula-se pela pena concretamente fixada na sentença condenatória recorrível, uma vez transitada em julgado para a acusação ou depois de improvido o seu recurso, podendo ter por termo inicial data anterior ao do recebimento da denúncia ou queixa.

    3. Dos termos do art. 110, § 1o, do Código Penal, se conclui que o prazo prescricional regula-se pela pena concretamente aplicada, considerando-se, inclusive, as causas de aumento e diminuição da pena, excetuado o aumento da pena decorrente do reconhecimento da continuidade delitiva, entendimento este sintetizado no verbete da Súmula nº 497 do Supremo Tribunal Federal. 3. Tendo em vista o trânsito em julgado para a acusação, a pena concretamente aplicada em sentença, o prazo prescricional a ela correspondente e os marcos interruptivos previstos no artigo 117, CP, deve ser reconhecida a prescrição no caso em exame.

    4. Uma vez extinta a punibilidade do réu pelo advento da prescrição da pretensão punitiva estatal, os demais efeitos da sentença condenatória também se extinguem, razão porque se verifica a perda do interesse recursal da defesa, do que decorre, inexoravelmente, a desnecessidade de análise do mérito do recurso propriamente dito, devendo ser o mesmo considerado prejudicado.

    5. Declarada extinta a punibilidade do agente. Apelação prejudicada.

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://trf-2.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/5329063/apelacao-criminal-acr-6610-rj-20015105000751-0

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)