jusbrasil.com.br
3 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    TRF-2 - APELAÇÃO CIVEL : AC 442802 RJ 2001.50.01.012069-5

    ADMINISTRATIVO. ECT. FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA (EX- ESTATUTÁRIOS - LEI 1.711/52). OPÇÃO DO REGIME ESTATUTÁRIO PARA O SISTEMA DA CONSOLIDAÇÃO TRABALHISTA. APOSENTADOS PELA EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS - ECT. BENEFICIÁRIOS DA COMPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA INSTITUÍDA PELA LEI Nº 8.529/92. PEDIDO DE GRATIFICAÇÕES E OUTRAS VERBAS. ISONOMIA COM SERVIDORES ATIVOS. DESCABIMENTO.

    Processo
    AC 442802 RJ 2001.50.01.012069-5
    Orgão Julgador
    OITAVA TURMA ESPECIALIZADA
    Publicação
    DJU - Data::01/07/2009 - Página::159
    Julgamento
    23 de Junho de 2009
    Relator
    Juíza Federal Convocada MARIA ALICE PAIM LYARD
    Andamento do Processo

    Ementa

    ADMINISTRATIVO. ECT. FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA (EX- ESTATUTÁRIOS - LEI 1.711/52). OPÇÃO DO REGIME ESTATUTÁRIO PARA O SISTEMA DA CONSOLIDAÇÃO TRABALHISTA. APOSENTADOS PELA EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS - ECT. BENEFICIÁRIOS DA COMPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA INSTITUÍDA PELA LEI Nº 8.529/92. PEDIDO DE GRATIFICAÇÕES E OUTRAS VERBAS. ISONOMIA COM SERVIDORES ATIVOS. DESCABIMENTO.

    1- Trata-se de recurso de apelação de sentença que julgou improcedente pedido de pagamento e incorporação das seguintes parcelas: Gratificação de qualidade e produtividade; Índice individual de compensação sobre os benefícios pagos; promoção por tempo de serviço; Vale refeição/alimentação; uma referência salarial sobre o benefício recebido referente a “Progressão por merecimento”, a partir de março de 2001 e seis referências salariais sobre o benefício recebido referente a “curva de maturidade”.

    2- Na hipótese, os autores eram funcionários públicos (ex- estatutários - Lei 1.711/52) da Administração Indireta que, em 15 de junho de 1975, optaram do regime estatutário para o sistema da consolidação trabalhista, condição em que se aposentaram pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT, beneficiários da Complementação de Aposentadoria instituída pela Lei nº 8.529/92, posteriormente regulamentada pelo Decreto nº 882/93.

    3- Não é possível estender-se ao inativo a Gratificação de Qualidade e Produtividade (GPQ) paga aos servidores da ativa da ECT, pois tal vantagem é calculada com base em parâmetros de produtividade colhidos em função do desempenho do cargo, não sendo possível, apurar-se tanto a qualidade quanto a produtividade de quem se encontra aposentado.

    4- Da mesma forma, quanto ao Índice Individual de Compensação, cabe dizer que, tal vantagem, que substituiu a Gratificação de Qualidade e Produtividade, não é estendida a todos os empregados, mas somente aos que atingiram as metas estabelecidas. Tendo, caráter personalíssimo, também não é extensível aos aposentados.

    5- O benefício de auxílio alimentação tem natureza indenizatória, sendo destinado a cobrir os custos das refeições diárias, sendo devido aos servidores em atividade e que se encontram no exercício de suas funções.

    6- A Progressão por Merecimento é outra gratificação de natureza personalíssima, que considera o desempenho do servidor, não aplicável aos inativos.

    7- Por fim, a Curva de Maturidade representa um instrumento de aferição de atributos individuais do empregado, possuindo caráter eminentemente pessoal, igualmente descabida na hipótese.

    8-Recurso improvido.

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://trf-2.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/4960229/apelacao-civel-ac-442802-rj-20015001012069-5

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)